10/10/2022 – Destaque Econômico – Deflação no atacado e expectativa de safra recorde apontam para menor inflação de alimentos à frente

  • Nova deflação no atacado e expectativa de safra recorde de grãos apontam na direção de menor inflação de alimentos à frente. O IGP-DI recuou 1,22% em setembro, refletindo, sobretudo, o efeito da queda dos preços dos combustíveis, do minério de ferro e de alguns produtos agrícolas. Da mesma forma que essa redução de custos na indústria tende a continuar favorecendo a desinflação ao consumidor, o primeiro levantamento da safra de grãos 22/23, divulgado pela Conab, sugere que esse comportamento pode ser mais persistente. A produção deve chegar a 312 milhões de toneladas, representando uma alta de 15% em relação à última safra. Destaques para a alta de 25% na produção de soja, atingindo 152 milhões de toneladas, e para a alta de 12% da produção do milho 2ª safra, sobre uma base já forte, chegando a 96 milhões de toneladas. Ainda que essas projeções possam ser frustradas pela possibilidade de ocorrência do fenômeno La Niña até a virada do ano, mantemos uma perspectiva bastante favorável para a inflação de alimentos, que deve passar de uma alta de 12% neste ano, para outra de 3,5% em 2023. 
  • Fonte: Departamento de Pesquisa e Estudos Econômicos Bradesco
  • Noticia selecionada por Meirelles e Meirelles Advogados – Empresarial Tributário Limeira